Notas

David Jesus deixa Belcanto, Daniel Costa deixa Alma

Dois nomes fundamentais em dois dos mais importantes restaurantes portugueses, Belcanto e Alma, ambos em Lisboa e ambos com duas estrelas Michelin, deixaram os postos como “braços-direitos” dos respectivos chefes, José Avillez e Henrique Sá Pessoa, ao lado de quem trabalharam por cerca de 15 anos, no primeiro caso, e mais de 20, no segundo. No caso de David Jesus (na foto acima), que acompanhava José Avillez desde os tempos do Tavares, depois de ter integrado durante sete anos a “lendária” brigada do chefe Aimé Barroyer no hotel Pestana Palace, em Lisboa, a razão da saída, que ocorreu em Agosto, estará ligada ao seu projecto pessoal, a padaria Millstone Sourdough, que desenvolve a partir de uma unidade no Parque das Nações juntamente com a sua mulher Sandra Freitas. Já Daniel Costa, com Henrique Sá Pessoa desde que abriram o Bairro Alto Hotel, em 2002, parece querer fazer uma pausa na sua carreira na cozinha.

Daniel Costa, à esquerda, e Henrique Sá Pessoa

Em declarações ao Mesa Marcada, José Avillez, falando em nome da equipa do Belcanto, faz questão de “agradecer muito” a David Jesus “toda a sua entrega e dedicação absoluta, ao longo de muitos e muitos anos” e espera que “o seu projecto continue a ter o maior sucesso”. Pelo que se sabe, as funções do antigo chefe executivo do Belcanto estarão a ser desempenhadas por João Leitão, já membro da equipa do restaurante, e pelo chefe de Pastelaria, Américo dos Santos, que nos últimos tempos tem vindo a apostar também no mundo dos “salgados”. Quanto a Henrique Sá Pessoa, salientou ao Mesa Marcada que Daniel Costa “foi e será sempre uma peça fundamental na minha carreira e alguém essencial para o êxito do Alma”. Também neste caso, a substituição será interna.

(Actualizado com declarações de Henrique Sá Pessoa às 15.20h)

Fotografia de abertura: Cristina Gomes

Nasceu em Lisboa em 1963. Licenciou-se em Comunicação Social pela Universidade Nova de Lisboa e trabalhou em diversos jornais (Semanário, Diário Popular e Diário de Lisboa) e, depois, na área de comunicação empresarial. Em 1997, começou a colaborar com a revista “Fortuna” na área de gastronomia e vinhos. Em 1999, criou a página “Boa Vida” para o “Diário de Notícias”, que coordenou até Janeiro de 2009, com algumas interrupções. Entre 2007 e 2019, foi coordenador do Projecto Gastronomia da Associação de Turismo de Lisboa e, nesse âmbito, director do festival gastronómico Peixe em Lisboa, continuando a escrever artigos sobre gastronomia e restaurantes em várias publicações.

0 comments on “David Jesus deixa Belcanto, Daniel Costa deixa Alma

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers gostam disto: