Notas

Os 129 chefes que se apresentaram nas 12 edições do Peixe em Lisboa

Entre 2008 e 2019, o mês de Abril significava para mim o Peixe em Lisboa. Foram 12 edições do evento, organizado pela Associação de Turismo de Lisboa, do qual me desliguei no início do ano passado, ainda antes da pandemia. Para que fique registado em algum lado, aqui estão, por ordem alfabética, os nomes dos 129 chefes que se apresentaram nessas 12 edições (ainda não se realizou nenhuma depois de 2019), sendo que dos que trabalham em Portugal vários estiveram no palco do auditório em diversos anos, alguns umas sete ou oito vezes. Dos que vieram de outros países, apenas Quique Dacosta e Joan Roca repetiram presença. Ficam também fotografias de Cristina Gomes de algumas dessas apresentações ao longo dos anos. Espero não me ter falhado nenhum nome, mas, se for o caso, tenho todo o gosto em acrescentar.

Adrien Trouilloud (França)

Albano Lourenço

Alex Atala (Brasil)

Alexandre Silva

Alyn Williams (Grã-Bretanha)

Ana Ros (Eslovénia)

André Magalhães

André Saburó (Brasil)

André Simões

Andrew Wong (Grã-Bretanha)

Ángel Léon (Espanha)

Anthony Genovese (Itália)

António Loureiro

António Nobre

Ashley Palmer Watts (Grã-Bretanha)

Augusto Gemelli

Andoni Luis Aduriz (Espanha)

Bel Coelho (Brasil)

Bella Masano (Brasil)

Belmiro de Jesus

Benoît Sinthon

Bernardo Reino 

Bertílio Gomes

Beto Pimentel (Brasil)

Carlos Fernandes

Carlos Martins

Celestino Grave

Claude Troisgros (Brasil)

Dalila Cunha

David Pasternak (EUA)

Diego Gallegos (Espanha)

Dieter Koschina

Diogo Noronha

Diogo Rocha

Eddy Melo

Elena Arzak (Espanha)

Evgeny Vikantev (Rússia)

Fausto Airoldi

Filipe Carvalho 

Felipe Bronze (Brasil)

Felipe Schaedler (Brasil)

Francisco de Meirelles

Gael Orieux (França)

Gennaro Esposito (Itália)

George Mendes (EUA)

Gert De Mangeleer (Bélgica)

Giorgio Damasio

Hans Neuner

Hélder Chagas

Hélio Loureiro

Henrique Mouro

Henrique Sá Pessoa

Iván Domínguez (Espanha)

Jacques Le Divellec (França)

Joachim Koerper

Joan Roca (Espanha)

João Antunes

João Oliveira

João Rodrigues

João Sá

João Simões

Joaquim Figueiredo

Jordi Roca (Espanha)

José Avillez 

José Júlio Vintém

Josean Alija (Espanha)

Justa Nobre

Kiko Martins

Leandro Carreira (Grã-Bretanha)

Leonardo Pereira

Leonel Pereira

Lionel Rigolet (Bélgica)

Ljubomir Stanisic

Louis Anjos

Luca Collami (Itália)

Luís Américo

Luís Baena

Luís Lavrador

Mara Salles (Brasil)

Marco Canora (EUA)

Marco Stabile (Itália)

Marcos Morán (Espanha)

Mário Rolando

Marlene Vieira

Matteo Ferrantino

Mauro Colagreco (França)

Mauro Uliassi (Itália)

Michel van der Kroft (Holanda)

Miguel Castro e Silva

Miguel Laffan

Miguel Reino

Milton Anes

Moreno Cedroni (Itália)

Nuno Barros

Nuno Bergonse

Nuno Diniz

Nuno Mendes (Grã-Bretanha)

Oriol Castro (Espanha)

Pascal Meynard

Patrícia Borges

Paulo Morais

Paulo Pinto

Pedro Almeida

Pedro Lemos

Pedro Nunes

Pedro Pena Bastos

Pepe Solla (Espanha)

Pino Cuttaia (Itália)

Quique Dacosta (Espanha)

Rafael Costa e Silva (Brasil)

Renato Cunha

Ricard Camarena (Espanha)

Ricardo Costa

Rodrigo Castelo

Rui Paula

Rui Silvestre

Serge Vieira (França)

Sergi Arola 

Thiago Castanho (Brasil)

Tiago Bonito

Tiago Feio

Tomoaki Kanazawa 

Tsuyo Murakami (Brasil)

Vasco Coelho Santos

Vincent Farges

Virgílio Martinez (Peru)

Vítor Claro

Vítor Matos

Vítor Sobral

Nasceu em Lisboa em 1963. Licenciou-se em Comunicação Social pela Universidade Nova de Lisboa e trabalhou em diversos jornais (Semanário, Diário Popular e Diário de Lisboa) e, depois, na área de comunicação empresarial. Em 1997, começou a colaborar com a revista “Fortuna” na área de gastronomia e vinhos. Em 1999, criou a página “Boa Vida” para o “Diário de Notícias”, que coordenou até Janeiro de 2009, com algumas interrupções. Entre 2007 e 2019, foi coordenador do Projecto Gastronomia da Associação de Turismo de Lisboa e, nesse âmbito, director do festival gastronómico Peixe em Lisboa, continuando a escrever artigos sobre gastronomia e restaurantes em várias publicações.

1 comment on “Os 129 chefes que se apresentaram nas 12 edições do Peixe em Lisboa

  1. Artur Hermenegildo

    Um evento que marcou uma época e que creio nunca será esquecido pelos apreciadores de boa comida.

    Muito bons momentos lá passámos,eu e a Luísa.

    Gostar

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: